{ "data": [ { "event_name": "Purchase", "event_time": 1659055251, "action_source": "email", "user_data": { "em": [ "7b17fb0bd173f625b58636fb796407c22b3d16fc78302d79f0fd30c2fc2fc068" ], "ph": [ null ] }, "custom_data": { "currency": "BRL", "value": 1.99 } } ] "test_event_code:" "TEST1599" }
top of page
  • mktagacielmaia

Criador do Jovem Candango, Agaciel Maia encerra mandato comprometido com jovens do campo


Foto: Carlos Gandra/CLDF


O Programa Distrital Jovem Empreendedor Rural, de autoria de Agaciel Maia, tem como alvo adolescentes a partir dos 16 anos até jovens de 29 anos


Ampliar as oportunidades do primeiro emprego para os estudantes de 14 a 18 anos que estejam cursando as últimas séries dos ensinos Fundamental e Médio: esse é o objetivo do Programa Jovem Candango (Lei nº 5.216/2013). O idealizador da iniciativa, deputado Agaciel Maia (PL), completa seu terceiro mandato na Câmara Legislativa no final deste ano.

“O Jovem Candango já mudou a vida de muita gente, principalmente do jovem que estuda em escola pública e cuja família está inscrita no Cadastro Único. O projeto busca dar oportunidade para essas pessoas, que, pela desigualdade social, precisam de uma mão estendida do Estado”, argumenta o distrital.

Maia salienta que mais de dez mil garotos e garotas já participaram do programa, o qual registra, atualmente, 1,8 mil jovens trabalhando com carteira assinada.

Orgulhoso do sucesso da iniciativa, o parlamentar apresentou, na legislatura atual, outro projeto voltado para a empregabilidade da juventude: desta vez, para aqueles que vivem nas áreas rurais do Distrito Federal. O texto deu origem à Lei nº 6.909/2021, que institui o Programa Distrital Jovem Empreendedor Rural.

O programa tem como alvo adolescentes a partir dos 16 anos até jovens de 29 anos e tem como intuito prepará-los para exercerem papel estratégico de agentes do desenvolvimento rural. De acordo com a norma, cabe ao governo do DF executar ações visando à educação empreendedora, capacitação técnica, acesso ao crédito e difusão de tecnologias no meio rural.

“O programa busca qualificar o jovem que trabalha com seus pais na área rural, permitindo melhorar a produtividade e reduzindo o êxodo para a área urbana”, afirma Agaciel Maia.

O parlamentar destaca, ainda, outra prioridade de seu mandato: o regramento do Sistema de Transporte Público Coletivo do DF. Esse é o tema de seu projeto de lei nº 2.682/2022, o qual estabelece direitos e deveres dos passageiros de ônibus.

Ainda em tramitação nas comissões da Câmara Legislativa, o PL procura assegurar que os usuários do sistema de transporte possam pagar as passagens e efetuar as recargas mediante a utilização de carteiras eletrônicas.


Denise Caputo - Agência CLDF

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page